Prefeitura e Sebrae debatem Cidade Empreendedora em reunião

24/08/2018 12h28

As ações serão aplicadas durante 20 meses e totalizam duas mil horas de consultoria


 
Por: Assessoria de Comunicação
 
Digite a legenda da foto aqui.

A prefeitura de Ribas do Rio Pardo juntamente com representantes do Sebrae se reuniram na manhã desta sexta-feira (24) para debater questões pertinentes ao programa Cidade Empreendedora, iniciado no mês de maio na cidade. O evento contou com a presença do prefeito Paulo Cesar Lima Silveira, representantes de diversos segmentos da economia local e autoridades.

O próximo encontro do programa será nos dias 27 e 28 de setembro, cuja programação inclui uma palestra se sensibilização dos empresários de Ribas e uma oficina de capacitação. As ações serão aplicadas durante 20 meses e totalizam duas mil horas de consultoria.

Segundo o Analista do Sebrae, Júlio Cesar da Silva será aplicado um questionário junto à comunidade e, através de oficinas e palestras serão desenvolvidas ações que irão fomentar a economia da cidade. Silva disse também a agricultura e a pecuária ainda são bastantes fortes em Ribas, entretanto é preciso fortalecer o comércio e desenvolver o setor de prestação de serviços como consertos e manutenção.

Para o prefeito a parceria com o programa faz parte do planejamento estratégico de sua gestão. "O Sebrae escolheu dez municípios e um deles é Ribas do Rio Pardo. Por isso, consolidamos uma parceria para que os cidadãos possam despertar o desejo de empreender.

A Gerente Regional do Sebrae, Josi Signori disse que a cidade tem potencialidade e perfil empreendedor e por isso foi escolhida. "Estamos buscando estratégias para conseguir trazer investimento e com o apoio, o trabalho e o comprometimento de todos iremos conseguir bons resultados."

O vereador Carlos Cesar Lopes (Boca de Lata) ressaltou que pior que o desemprego é a falta de qualificação. "Por isso é tão importante investir em políticas que capacitem ainda mais os empresários da cidade."

SOBRE O PROGRAMA

O programa tem como objetivo melhorar o ambiente de negócios com a implantação de políticas públicas e ações de desenvolvimento para pequenos empreendedores. As ações serão desenvolvidas durante 20 meses e divididas em eixos diferentes: Números e Oportunidades, Plano de Desenvolvimento, Sala do Empreendedor, Desburocratização, Compras Públicas Sustentáveis, Cultura Empreendedora e Inovação e Liderança Empreendedora.

A cidade passará a contar com os técnicos e com a rede de consultores do Sebrae que vão atuar juntamente com os gestores municipais e negócios locais. A entidade vai subsidiar metade dos custos da aplicação e em contrapartida o poder público patrocina a outra parte.