Após sete meses de trabalho e dedicação, Projeto Doce Menina é encerrado com almoço no Centro de Convivência

04/12/2018 08h49

Nesta segunda-feira o encerramento contou com apresentações culturais e um delicioso almoço servido para as adolescentes participantes do Projeto, Coordenadores e Equipe do CRAS.


 
Por: Assessoria de Comunicação
 

Na tarde desta segunda-feira (3), a Secretaria Municipal de Assistência Social, através do CRAS, realizou o encerramento as atividades do Projeto Doce Menina.

O Projeto Doce Menina é voltado para adolescentes da cidade em situação de vulnerabilidade social com o objetivo de oferecer informações e conscientiza-las sobre os riscos de gravidez e consumo de drogas. O projeto foi criado pela Assistente Social Jaqueline Arimura, que é especialista em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, Políticas Públicas, Sociais e Saúde da Família.

No total participaram do Doce Menina mais de 35 adolescentes atendidas pelo Centro de Referência e Assistência Social onde participaram de encontros semanais recebendo informações sobre prevenção à gravidez e sobre os perigos do consumo excessivo de drogas como álcool e cigarro.

"O resultado foi o bom desempenho das meninas nos cursos, projetos, passeios que foram realizados no decorrer do Projeto. Além disto elas desenvolveram novas habilidades como música, teatro e demais apresentações. Tivemos também um engajamento delas nas ações da sociedade. As mães também agradeceram muito a mudança de comportamento dentro de casa, honra aos pais", destacou a Coordenadora do Projeto Jaqueline Arimura.

Durante o Projeto as adolescentes realizavam Discussão dos problemas que elas possuem em casa, e recebiam aconselhamentos através de trocas de experiências com as coordenadoras do projeto. No decorrer das atividades também foi realizado um trabalho preventivo, que também serviu para evitar e também intervir em casos de meninas que tiveram os seus direitos violados.

Nesta segunda-feira o encerramento contou com apresentações culturais e um delicioso almoço servido para as adolescentes participantes do Projeto, Coordenadores e Equipe do CRAS. As atividades do Projeto serão retomadas no ano de 2019 e a previsão é que mais de trinta meninas sejam atendidas pelo CRAS.