Projeto incentiva a cooperativa de pequenos produtores rurais em Ribas do Rio Pardo

09/11/2018 11h33

Os produtores passarão por uma triagem com o serviço social para avaliação e descoberta da afinidade de plantio de cada um.


Por: Assessoria de Comunicação
 

A prefeitura de Ribas do Rio Pardo, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico lançou na última quinta-feira (9) o projeto "Fomenta Produtor", voltado para pequenos produtores que residem nos assentamentos da zona rural da cidade. As reuniões preliminares foram realizadas nos assentamentos Nossa Senhora das Graças e Melodia. Ribas do Rio Pardo possui cinco assentamentos na zona rural e somam mais de mil famílias.

A iniciativa faz parte do programa "Eu Amo Ribas", cuja aplicação foi iniciada em fevereiro deste ano. O objetivo é fazer com que a produção da agricultura familiar seja maior e contínua o ano inteiro para atender com mais qualidade não só a população, mas também aos supermercados e restaurantes locais.

O projeto propõe que os pequenos produtores organizem-se em uma cooperativa para que possam reunir a produção e atender às demandas maiores dos estabelecimentos da cidade. O Centro de comercialização de produtos artesanais, prédio localizado ao lado do Parque dos Ipês, funcionará como um entreposto para receber os produtos e atender aos pedidos.

Os produtores passarão por uma triagem com o serviço social para avaliação e descoberta da afinidade de plantio de cada um. O corpo técnico da Secretaria de Desenvolvimento Econômico vai elaborar um cronograma de produção e também indicar a correção necessária para que o calendário possa ser seguido.

A equipe também vai auxiliar e orientar no aumento dos canais de venda dos produtores. Toda a logística para buscar a produção e direcionar ao entreposto também será cedida pelo poder público municipal.

Segundo Diógenes Marques, Secretário do Desenvolvimento Econômico, a cooperativa é uma alternativa economicamente bastante viável, uma vez que os cooperados podem dividir as possíveis despesas e ainda aumentar a renda. "Cada um vai receber o valor proporcional à sua produção, entretanto um membro pode aprender apender com a experiência do outro e com isso crescerem juntos."

Com esta iniciativa, toda a economia da cidade só tem a ganhar. "Os produtores podem ainda agregar valor ao serviço que oferecem. Se hoje eles vendem, por exemplo, a abobrinha inteira, podem, através da cooperativa, comprar materiais para que ela seja cortada em pedaços e embalada de forma adequada."

Marques diz ainda que os produtos da cooperativa serão comercializados com um selo, para que a população possa saber a origem do produto e dar preferência os produtores locais.